O Chocolate ou exercício?

Geral

Written by:

Os benefícios da epicatechina

Os benefícios da epicatechina

Pode Te interessar…

Chocolate para o coração
O DNA do chocolate e morango
O chocolate acaba
Os viciados em chocolate preto podem estar de parabéns. Uma equipe de cientistas americanos, foi publicado um estudo na revista Journal of Physiology, em que concluem que comer chocolate preto tem os mesmos benefícios que fazer exercício. O segredo está em uma substância antioxidante que contém o chocolate preto chamada epicatechina, substância que pode ser encontrada em grandes quantidades no cacau. A epicatechina provoca a estimulação dos músculos de uma forma semelhante à que se obtém em um ginásio.
Os pesquisadores estudaram os efeitos da epicatechina sobre ratos. Encontraram que o aumento da energia nos músculos, permitia aos ratos fazer exercício durante períodos mais longos de tempo. Para chegar a estas conclusões, os cientistas da Universidade de Wayne State (Detroit), investigaram os organelos celulares encarregados de fornecer a maior parte da energia necessária para a atividade celular: as mitocôndrias. Conforme explica o diretor do estudo, Moh Malek, para a BBC: “Mais mitocôndrias significa que pode ocorrer mais energia e pode ser levado a cabo mais uma atividade. Sabe-Se que o exercício aeróbico, como corrida ou bicicleta, aumenta o número de mitocôndrias nas células musculares. Nosso estudo encontrou que a epicatechina parece produzir a mesma resposta, particularmente no coração e nos músculos esqueléticos”.
Os pesquisadores colocaram os ratos em três grupos: no primeiro, os ratos recebem uma dose diária de epicatechina. No segundo, além de dar-lhes a substância antioxidante, eles fizeram fazer exercício durante meia hora por dia. No terceiro, os ratos não eram a substância, mas, sim, faziam a mesma rotina de exercício que os do segundo grupo. O resultado? os roedores que receberam a epicahtechina sem fazer exercício, deram os mesmos indicativos musculares e celulares, que aqueles que tinham sido submetidos a um regime diário de exercício durante 15 dias sem consumir a substância antioxidante. Por sua parte, “os animais do segundo grupo, que comeram o composto e também expressaram, mostraram melhorias maiores nestes benefícios que permitiram aos animais feito por períodos mais longos”. Conforme explica Malek, “isto poderia indicar que um tratamento de epicatechina combinado com uma dose adequada de exercício físico diário pode ser uma grande ferramenta para retardar o aparecimento do envelhecimento muscular”.
Agora, os pesquisadores resta a difícil tarefa de investigar a forma de que estas vantagens que oferece a epicatechina possam ser aplicados também em seres humanos.
Tags: chocolate e exercício físico.

Comments are closed.