Afirmam ter feito um transplante de cabeça de macaco

Geral

Written by:

O próximo passo será em humanos, observa o autor

O próximo passo será em humanos, observa o autor

No ano passado, o cirurgião italiano Sergio Canavero revolucionou o panorama médico ao garantir que já contávamos com a tecnologia para levar a cabo este tipo de intervenções. E agora dá mais um passo em direção a ele: cientistas da Coreia do Sul, o fizeram com um mouse e de outro equipamento chinês, com um macaco. “É importante que a gente deixe de pensar que é impossível – assegura Canavero a New Scientist – ainda há que obter muita informação, mas isso está funcionando”.
O resultado da pesquisa será publicado em breve e, ainda assim, Canavero e sua equipe, decidiram fazê-lo público. Isto tem levantado alguma bolhas no setor científico. “É a ciência através das relações públicas – explica o especialista em bioética Arthur Caplan, da Universidade de Nova York. Quando for publicado em uma revista séria, o estudiaré, por agora considero…” e deixar a opção livre do leitor de interpretar o que quiser.
Antes de realizar esta intervenção com primatas, C-Yoon Kim, da Escola de Medicina da Universidade Konkuk, Coreia do Sul, informou através de um vídeo, que tinham conseguido restabelecer os movimentos das pontas em um rato, que semanas antes havia sido cortado da medula na altura do pescoço. As imagens podem ser ofensivas.

Para Canavero isso demonstra de uma vez por todas que usar polietilenoglicol (PEG), um químico que protege as membranas das células nervosas, permite alcançar altos graus de recuperação”. Isso tem levado a realizar a segunda operação. De acordo com o médico italiano, pesquisadores liderados por Xiaoping Ren, da Universidade Médica de Dalian, na China, conseguiram transplantar a cabeça de um macaco. Embora não se reconectó a medula, sim houve reconexão da irrigação sanguínea. “O macaco sobreviveu à intervenção – traz Canavero – sem qualquer tipo de dano neurológico. Embora apenas o manteve vivo durante 20 horas por razões éticas”.
Devido a que a imagem original da cabeça transplanted, pode ser muito explícita, decidimos não fazê-lo. Aqueles que ainda desejam vê-lo, poderão fazê-lo no link New Scientist antes mencionado.
Atualmente, o primeiro candidato a um transplante deste tipo é o russo Valery Spiridonov, que sofre de uma doença genética que provoca a degeneração muscular. E se bem que há vários hospitais que foram propostos para abrigar a intervenção, ainda não se conta com as permissões, as provas e o dinheiro para levá-la a cabo. Neste último aspecto, Canavero quero pedir fundos para Mark Zuckerberg, o criador do Facebook.
O importante é, antes de alcançar o dinheiro, enfrentar todos os dilemas éticos que esta proposta já está nos lançando.

Comments are closed.