A forense do Instagram

Geral

Written by:

Sobe à rede de belas fotografias de autópsias

Sobe à rede de belas fotografias de autópsias

“Se eu estou obcecada com a morte? Não sei, mas que eu penso sobre ela constantemente. Minha intenção é ensinar as pessoas, mas é delicado, porque o que eu quero mostrar ao mundo a verdade sobre a vida, a morte e as doenças. Nem sempre é agradável e às vezes há quem denuncia minhas fotos”, assim se justifica Nicole Angemi, uma patóloga norte-americano que ganhou o título de “a forense de Instagram”, devido a que se dedica a subir a essa rede social fotos de autópsias.
A polêmica está servida. Será que é ético ou não fazer algo assim? Muitos colegas tem sido alvo na rede, alegando que essas imagens não devem ser públicas.
Que cada qual tire sua própria conclusão. Isso sim, o utilizador é informado de que sua coleção de fotos é tremenda. Não falta nada, a partir pés gangrenados a órgãos necrosados. O utilizador é informado de que são imagens que podem ferir a sensibilidade de muitas pessoas. E informamos também que entre vísceras e tumores, suspensão, além disso, alguma dela com o seu bébé. Não me digam que a coisa não é terna.

Comments are closed.